Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Essa descoberta feita pela PF e pelo MPF na casa do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman mostra que o ex-secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, mandava e desmandava no governo de Sérgio Cabral a ponto de mandar a Polícia Civil fazer dossiês de adversários do seu grupo. Para o MPF o dossiê feito contra um adversário de Nuzman reforça os indícios de que o presidente do COB fazia parte do grupo de Sérgio Cabral.



Em tempo: O Rei Arthur continua foragido. Ninguém o achou até agora.