Reprodução do site do jornal El País (versão brasileira)
Reprodução do site do jornal El País (versão brasileira)

A revelação do site brasileiro do jornal espanhol El País não pode ser ignorada. Mostra além do espantoso patrimônio imobiliário do presidente Michel Temer, a compra (olha a coincidência!?) de dois terrenos de 4.700 m² em um condomínio de luxo de Itu, no interior paulista, no dia seguinte ao que a delação da JBS relata ter sido pago R$ 1 milhão de propina em espécie ao presidente, na época vice-presidente, dinheiro entregue ao coronel Lima, amigo e braço-direito de Temer. A matéria está fundamentada, inclusive com cópia de documentos.

O Palácio do Planalto e aliados de Temer alardeiam que o presidente dispunha de patrimônio para a compra dos terrenos. Mas é preciso investigar essa coincidência. A mídia, de uma maneira geral, está passando ao largo dessa notícia. Bem, uma constatação temos que admitir, se fosse Lula as manchetes já o teriam condenado, mesmo sem provas, dizendo que comprou os terrenos com o dinheiro da propina. Mas como é Temer...

Clique aqui e leia a matéria na íntegra