Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

A decisão da Justiça Federal do Distrito Federal não resolve a questão. A turma de Aécio quer que o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) acione o STF para decidir a sessão que vai votar o afastamento poderá ser secreta, o que facilitaria a vida do senador mineiro e preservaria a imagem de seus colegas que votem pela sua salvação. Sonham que os ministros do Supremo decidam não interferir na questão, deixando para a Mesa Diretora do Senado a definição do sistema de votação. Caso prospere esse plano de recorrer ao STF a votação sobre o destino de Aécio seria mais uma vez adiada. Vamos aguardar.