Reprodução do JB Digital
Reprodução do JB Digital

Esse caso das visitas de Marco Antônio Cabral a seu pai, Sérgio Cabral, abusando das prerrogativas de deputado federal e, aliás, faltando às sessões da Câmara é só uma das situações absurdas que acontecem no presídio vip de Benfica. Cabral, de dentro do presídio, continua dando ordens, fazendo reuniões e até ameaçando. Ele faz o que quer no presídio, tem todos os privilégios possíveis e imagináveis, porque Pezão é quem manda no sistema penitenciário estadual.

Mais do que processar Marco Antônio, o MPF deveria pedir a transferência de Cabral para um presídio federal, porque preso no Rio ele continua mandando muito.