Deputados protestam na Câmara no dia da votação da primeira denúncia contra Temer
Deputados protestam na Câmara no dia da votação da primeira denúncia contra Temer

Na votação que arquivou a primeira denúncia, Michel Temer recebeu 263 votos favoráveis e 277 contrários (pela aceitação da denúncia), além de serem registradas duas abstenções e 19 ausências. O Palácio do Planalto quer dar uma demonstração de força e obter na votação de amanhã mais que os 263 votos da primeira denúncia, de preferência o mínimo de 270 votos pelo arquivamento da denúncia.

A oposição sabe que não dá para vencer. Por isso a estratégia acertada hoje é para que os deputados que vão votar contra Temer não registrem presença. Para a sessão de votação ser aberta é necessária a presença de 342 deputados. O governo não tem esses votos, tanto assim, que trabalha para ter 270 votos pelo arquivamento.

Se o plano da oposição der certo não poderá acontecer a votação e terá que ser marcada nova data pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). E há o risco da votação ser seguidamente adiada, criando um impasse. Vamos ver se a estratégia vai dar certo amanhã.