Reprodução do Blog do Pedlowski
Reprodução do Blog do Pedlowski
Vou reproduzir o que falei hoje cedo no meu programa da Rádio Tupi sobre o banco escolhido, o BNP Paribas, que está envolvido na maracutaia que quebrou o Rio Previdência:

"Brizola dizia uma frase que ficou muito conhecida, e que se assemelha a essa maracutaia que está para acontecer: tem rabo de jacaré, couro de jacaré, boca de jacaré, como que não é jacaré? Esse empréstimo tem juros absurdos, banco suspeito, vai ser feito num paraíso fiscal, com uma garantia que não é sólida. Como que não é jacaré? É impossível que essa operação não vá terminar na justiça.

Mas no meu live às 22h, no Facebook, vou falar mais sobre essa maracutaia.

Comentários

02/11/2017

02:57

elias walter alves - campos

os juros estao errados no artigos sao 145% do CDI ou seja cerca de 10,5%

02/11/2017

03:13

Antônio Roberto - Duque de Caxias - RJ

Enquanto ouvimos muitos alertas do povo carioca sobre que "A UPP é uma farsa, uma mentira", veja como defende UPPs um deputado aliado de Sérgio Cabral e Fernando Pezão. Óbvio, deputado da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). http://avozdacidade.com/deputado-paulo-melo-fala-sobre-o-cenario-politico-e-economico-durante-visita-a-barra-mansa/

02/11/2017

03:45

Adlen Jesus do Couto Brito - Rio de janeiro

Juntos somos fortes

02/11/2017

04:27

Paulo henriques - Rio de janeiro

Esse banco francês não credibilidade nenhuma so ver passado do banco ; como pode ter ocorrido o leilão com 1 dó comprador se regra deve ter mais de 3 issovai vai babar.

02/11/2017

04:36

Flávio Guedes - Rj

Estive no pregão, e como acionista minoritario me posicionei contra a operação de crédito, pois tenho inclusive uma ação na Justiça; que contesta essa excrescência. Pois bem, a presidenta da Comissão de Licitação, recebeu as nossas contestações e não as recibou, uma maracutaia a olhos vistos. Vamos aditivar a ação que espera despacho em 1° instância!

02/11/2017

05:01

Reinaldo - Rio de Janeiro

E o Pezão diz que não negocia com criminosos, o presidente do RioPrevidência que faliu o fundo de pensão foi promovido para ser secretário de Fazenda, dando mais prejuízo ao Estado e enriquecendo o banco francês.

02/11/2017

05:35

Gabriel - Rio de Janeiro

Brizola começou a destruição do IASERJ além do desmonte da Saúde no Estado do Rio. Não tinha moral para criticar nada. Fez os horrorosos CIEPs mas não colocou professores para fazê-los funcionar. Nunca serviram para nada, a não ser o enriquecimento de seu filho, que montou fábrica de pré- moldados para montagem dos cieps. O governo Rosinha garotinho iniciou o sucateamento da Saúde do sistema penitenciário, outrora, orgulho nacional e com elogios internacionais, hoje em dia motivo de vergonha para o Estafo do Rio, com a extinção da Psiquiatria Forense do. Estado e a consequente mã avaliação do preso, acarretando liberação para rua de elementos perigosos à sociedade, clar, aumentando a criminalidade no Estado. Como vemos dois governos perniciosos ao povo do Estado do Rio

02/11/2017

07:46

GABRIEL TADEU - NOVA IGUAÇU

Que saia o emprestimo pague os servidores e entrem na Justiça.

03/11/2017

02:54

Felipe - Rj

Os juros não são de 145,76%, mas sim de cerca de 10,5% ao ano. A taxa de 145,76% é o do CDI, o que é completamente diferente de taxa de juros. Várias são as reportagens que afirmam que os juros anuais do empréstim é de cerca de 10,5%, ou seja, menor que 1% ao mes, o que nao está muito longe do rendimento da poupança, que fica proximo de 7% ao ano.

03/11/2017

03:44

Júnior - Campo Grande

As roubalheiras no governo Cabral (vice Pezão) repercute em todo Brasil. Pezão não tem vergonha na cara pra continuar no Palácio Guanabara? http://www.band.uol.com.br/tv/amazonas/noticias.asp?id=%20100000867203

03/11/2017

02:47

Marcos Pedlowski - Campos dos Goytacazes

A Associação dos Fiscais da Fazenda Estadual estima que baseada na taxa CDL de 145,76%, a taxa de juro anual desse empréstimo será de 20%. Esse valor é muito acima do que está sendo veiculado na mídia e aumentará a dívida pública estadual em pelo menos 1,7 bilhão em 3 anos. E ainda se privatizará a CEDAE. Se isso não for lesivo ao interesse público, não sei o que seria.

03/11/2017

06:35

Leda - RJ

Qualquer cidadão pode ajuizar uma ação popular contra este ato manifestamente lesivo ao patrimônio público, que envolve, ainda, a venda da CEDAE a preço de bananas. Onde esta o MPERJ?!

04/11/2017

12:34

Ronaldo Guedes - RIO DE JANEIRO

O Ministério Público Estadual e Federal, tem obrigação de determinar, denunciar essa e outras falcatruas financeiras que acontece hoje no RJ e que por ventura aconteceu e venha acontecer nesse Brasil afora. Alô Poder Judiciário de todas as instâncias superiores. Que Deus