Reprodução da Veja Rio
Reprodução da Veja Rio
.

Comentários

01/02/2018

04:19

Roni Azevedo - Rj

Garotinho! Aguardamos ansiosamente o seu projeto de governo para multiplicarmos as ideias com familiares e amigos na busca da recuperação do Estado do Rio de Janeiro!

01/02/2018

04:30

Sandra Regina - Penha

GAROTINHO 2018: VITÓRIA DO POVO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO!

01/02/2018

07:09

moises antonio de lima - marica r j

garotinho ate para dar essa noticia a veja grobo veja ela ti sacaneia ,eta gentiha vamos enfrente o futuro nos espera força e fe em deus eli jamais nos abondonara , .mais e preciso estarmos atentos pois elis saõ diabolicos ,um abraço e naõ fugiremos a luta ,moises de lima

01/02/2018

07:28

Oswaldo - Rio de Janeiro

Já tem meu voto. Gostaria que fosse pra presidente, mas... tudo bem governador.

02/02/2018

10:58

Vânia - Tema: CPI da Fetranspor

Por essas e outras que o nosso Estado do Rio, infelizmente não vai pra frente, nas mãos de uns políticos incompetentes. Já é notícia que nessa CPI terá maioria governista. Coitado também do povo.

02/02/2018

06:52

Adalberto - Mesquita

Foto do Garotinho votando deve incomodar demais o grupo de Pezão

06/02/2018

12:54

Paolla - Estado do Rio de Janeiro

Pra nunca mais voltar um governo corrupto igual que foi do ex-governador Cabral com vice Pezão, seria importantíssimo fazer o acoplamento às urnas já existentes das impressoras em todas seções eleitorais, dando o voto impresso ao eleitor já nessa eleição, dessa forma o eleitor além de conferir o voto, o candidato poderá pedir recontagem dos votos. O melhor seria o TSE acabar de uma vez com o voto em urnas eletrônicas em todo o Brasil.

06/02/2018

11:36

Maria da Conceição - Leblon

Dar mais confiança o eleitor fluminense e muita segurança que não vai haver mais fraudes na eleição, se voltar o voto em cédulas de papel com uma forte urnas de lona, desde que após terminar o voto ou fechamento das seções eleitorais, passar ter no mínimo 7 fiscais de cada partido para acompanhar as urnas de perto até o início das apurações. Volta isso que acaba a safadeza de eleger candidatos aliados de Cabral, Cunha, Pezão, Paes e Picciani no Estado do Rio de Janeiro.