Não importa o que digam,
nem as perseguições, injustiças ou traições.
A consciência em paz,
e as mãos que ajudaram a colocar comida na mesa de quem tem fome,
falam mais alto que a mentira e a covardia.

As mãos que ergueram escolas, creches, praças,
abriram avenidas, onde antes havia lama e abandono...
Salvaram vidas que pareciam perdidas
são mãos de amor e não de ódio,
que desejam justiça e não vingança...

Sonhos de homens e mulheres sem emprego e esperança...
Jovens pela paz,
reconstruindo nossos horizontes roubados
nossa fé na vida, no partir o pão com o irmão que nada tem a nos dar.

Depois do carnaval,
a quarta-feira não será de cinzas, e sim de luta,
alma forte, espírito renovado,
pronto para o desafio de fazer nossa gente novamente feliz.

COM A FÉ DE SEMPRE
E A FORÇA DO POVO
VAMOS A LUTA DE NOVO!

ANTHONY GAROTINHO