Francisco Dornelles e Eduardo Paes
Francisco Dornelles e Eduardo Paes

O ex-prefeito Eduardo Paes e seu pupilo Pedro Paulo vão deixar o MDB. Até aí tudo dentro do esperado. Paes que foi até agora um dos principais nomes do partido, ao lado de Sérgio Cabral e Jorge Picciani, está vendo o navio afundar atingido pela Lava Jato. E é aquela história quando o navio está afundando os ratos abandonam o porão. Está fechando uma negociação com o PP, do vice-governador Francisco Dornelles. Acha que mudando de sigla partidária, indo se alojar no reduto de Dornelles os eleitores vão esquecer a roubalheira do PMDB, hoje novamente MDB. Mas alguém deveria alertar o ex-prefeito que não adianta o partido para onde vá. A Lava Jato está prestes a o alcançar de forma definitiva. Em breve deverá estar em companhia de outros colegas do PMDB-RJ, que já estão "residindo" em Benfica.