Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Saiu muito caro para o país a compra de apoio de deputados e senadores ao governo Temer. Para barrar as duas denúncias criminais, para aprovar a reforma que não houve da Previdência, e para garantir uma base de apoio no Congresso, a conta apresentada à nação, só na parte de perdões de dívidas, é de R$ 62 bilhões.

O país deixa de arrecadar R$ 62 bilhões de empresas das famílias de deputados e senadores, de amigos deles e aliados. Descontos que nenhum brasileiro endividado tem, de até 70% nas multas e até 90%. Vai você pedir ao banco desconto de 70% ou 90%. O gerente vai rir na sua cara.

Esse sistema de benesses para a elite, as oligarquias políticas tem que acabar. É a mesma coisa na Previdência. Não cobram as dívidas milionárias dos graúdos, preferem penalizar a classe trabalhadora. É uma vergonha!