Reprodução da Veja
Reprodução da Veja

Pressionada por boa parte dos seus colegas no STF, a ministra Cármen Lúcia decidiu pautar para a sessão de amanhã o julgamento do pedido de habeas corpus de Lula. Por sua vez, o TRF-4 marcou para segunda-feira a análise do recurso de Lula.

Portanto a situação é clara. Se o STF não conceder o habeas corpus amanhã, Lula poderá ser preso na segunda-feira. Vale lembrar que o recurso no TRF-4 é através de embargos declaratórios, instrumento que não tem poder para mudar a condenação. No entanto os desembargadores do TRF-4 podem ou não decretar a execução da pena imediata, embora em todos os casos semelhantes tenham tomado a decisão pela prisão dos condenados.

Portanto o país aguarda em ansiosa expectativa a decisão dos ministros do STF amanhã, que na prática selará o destino do ex-presidente Lula.