Em novembro do ano passado, segundo o Datafolha, o governador Pezão era aprovado por 3% na cidade do Rio de Janeiro, o mesmo índice do presidente Michel Temer na capital fluminense. Pois a pesquisa Datafolha divulgada ontem, mostra que Pezão conseguiu a façanha de piorar sua avaliação. Agora tem apenas 2% de aprovação. É uma tragédia inigualável.

E a intervenção na segurança pública, que na segunda semana tinha 86% de apoio da população, segundo o Datafolha de ontem tem agora 76% de aprovação. Também pudera, se passaram 40 dias e nada de concreto aconteceu além da ocupação da Vila Kennedy, e uma vistoria aqui, outra ali.