Reprodução do Pleno News
Reprodução do Pleno News

Eduardo Paes e seu pupilo Pedro Paulo perderam o último recurso no TRE e permanecem inelegíveis, condenados por abuso de poder político-econômico, além de conduta vedada a agente público nas eleições de 2016.

Paes está indo para o DEM, da família Maia. Seu novo partido funcionará como "laranja" do MDB. É uma tentativa de enganar os eleitores, achando que vão esquecer que o ex-prefeito do Rio chafurdou na lama da corrupção do MDB de Cabral, Picciani e Eduardo Cunha.