O Tribunal Regional Federal da 2ª Região negou, por maioria, o pedido de habeas corpus a Felipe Picciani, filho de Jorge Picciani.

Felipe Picciani foi preso preventivamente na Operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava-Jato.

Sócio do pai na empresa Agrobilara, Felipe estaria envolvido no esquema de lavagem de dinheiro de propinas pagas a deputados da Alerj por empresários da área de transportes urbanos da capital fluminense.

De acordo com o Ministério Público Federal, a lavagem se daria através de negociação de gado por preços superfaturado.