O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta quinta-feira, por unanimidade, uma reclamação de Jair Bolsonaro contra a empresa de pesquisa Datafolha, a quem acusava de difamá-lo.

O candidato à presidência do PSL havia tentado impedir a divulgação de uma pesquisa onde, em questionário, o instituto fez a seguinte pergunta: "Você tomou conhecimento sobre denúncias envolvendo o aumento do patrimônio da família do deputado Jair Bolsonaro desde o início da sua carreira política?"

A defesa de Bolsonaro alegava que o uso da palavra “denúncias” despertava no entrevistado um estado emocional contrário ao deputado e era difamatória.