O Ministério Público do Distrito Federal pediu à Justiça que condene, por improbidade administrativa, quatro ex-diretores do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, por regalias a presos ligados ao mensalão.

A ação cita pelo menos quatro episódios, onde foram privilégios foram concedidos a José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno e Marcos Valério.

Os ex-diretores também respondem a uma ação por corrupção passiva.