Em decisão monocrática, o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Antonio Saldanha, negou pedido de liminar da defesa de Eduardo Cunha para livrá-lo da prisão decretada pela 14ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, no ano passado.

Trata-se do processo da Operação Manus, em que Cunha é acusado de receber propina na construção do estádio Arena das Dunas, em Natal, que teria sido utilizada para a campanha de Henrique Eduardo Alves ao governo do Rio Grande do Norte, em 2014.

Comentários

20/05/2018

12:25

Leila - Flamengo, RJ

Será que na Band, Globo,... vai esperar passar essas eleições para falar quem foi o político corajoso e competente que denunciou a quadrilha de Sérgio Cabral ? Não adianta enrolar mídia o povão já sabe quem denunciou foi o ex-governador Anthony Garotinho.

20/05/2018

01:25

Igor - Rio de Janeiro - RJ

Enquanto isso as milionárias madame Cunha e a madame Cabral estão livres, leves e soltas desfrutando as delícias da vida com o dinheiro público roubado da população pela dupla de rapinadores Cunha-Cabral. Não se esqueçam que o notório Pezão (que deveria estar preso há muito tempo) já declarou que os ladravazes Cunha-Cabral eram os melhores políticos brasileiros!

20/05/2018

09:57

Gelson - RJ

Se Deus quiser, o novo governador vai fazer com que o Botafogo volte jogar no Maracanã contra clubes grandes nos Campeonatos Cariocas, brasileirão, Copa do Brasil, Sul-Americana e Libertadores, já contra clubes nacionais considerados pequenos levar os jogos para estádio como o de Caio Martins, em Niterói. Eu conto também com Garotinho para realizar este sonho de muitos botafoguenses. Quanto ao estádio do Engenhão passar ser uma grande escola pública, governo abrindo novas salas de aulas de segunda a sexta e o gramado+arquibancada virar mais espaço para o público assistir show de banda internacional e nacional, logicamente sendo nos finais de semana.