O doleiro Roberto Rezinski, preso na operação Câmbio, Desligo, deu uma academia inteira de presente ao então governador do Rio, Sergio Cabral.

Os aparelhos de ginástica ficavam num imóvel alugado só para isso, no mesmo prédio onde Cabral morava.