O Observatório da Intervenção Federal apresentou um relatório sobre os quatro meses de intervenção no Rio.
Segundo o balanço, as principais reclamações são o aumento de tiroteios — 36% a mais do que em fevereiro — e a falta de investimento em investigações e ações de inteligência.

Desde 16 de fevereiro foram registrados no Estado do Rio 3.210 tiroteios. Nos quatro meses anteriores haviam ocorrido 2.355.