O ex-ministro Geddel Vieira Lima foi levado para uma cela especial em que ficará isolado no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, após ter desrespeitado um agente penitenciário durante uma revista pessoal.

Geddel deverá ficar ao menos 10 dias na chamada “solitária”. Durante o período de castigo, ele não poderá tomar banho de sol e só receberá visitas de advogados.

De acordo com a Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal, o procedimento é adotado no caso dos detentos que cometem falta disciplinar na prisão.

O ex-ministro está preso por suspeita de lavagem de dinheiro e organização criminosa, envolvendo o episódio dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador.