Os três deputados estaduais do MDB presos na Operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava Jato no Rio, serão ouvidos nesta segunda-feira sobre a investigação no Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi serão interrogados à tarde pelo desembargador federal Abel Gomes, relator do processo.

De manhã, os delatores Carlos Miranda, que admitiu ter sido o principal operador do ex-governador Sérgio Cabral no esquema criminoso, e Jonas Lopes de Carvalho Júnior, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) também vão prestar esclarecimentos sobre as acusações.

Os três deputados são acusados de favorecer os empresários de ônibus nas votações da Assembleia Legislativa.

O trio de deputados foi preso em novembro e a denúncia foi oferecida no dia 5 do mês seguinte. Eles são acusados de corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de capitais. No total, eles tiveram R$ 270 milhões bloqueados pela Justiça.

Comentários

09/07/2018

03:44

Nayara - São Gonçalo

Mídia pelo sinal da antena parabólica (satélite) está dando mais importância em noticiar até nos telejornais das 07h30, algo que nem eu suporto mais ouvir falar e desde o dia que a seleção canarinho foi eliminada pela Bélgica. Que falta faz um novo canal pelo satélite (C2), exclusivamente para falar sobre os escândalos de corrupção da quadrilha de Sérgio Cabral.

16/07/2018

01:51

Mariana - Estado do Rio de Janeiro

Será que A Justiça de Campos dos Goytacazes não interferiu na eleição municipal em Cambuci, no Noroeste Fluminense, ou seja, interferiu ou não no resultado da eleição de 2016? Como é que pode? Foi reeleito o prefeito do PMDB (15) que perdeu para os dois outros candidatos Tadeu (40) e Dr. Rosário (45), compreendendo melhor o candidato do PMDB foi reeleito perdendo vergonhosamente na sede da cidade de Cambuci, onde a concentração de eleitores são muito maiores que nos Distritos. A falta de recontagem dos votos com o modelo atual o maior prejudicado é o povo que não ver sair novas obras no segundo mandato.