A condenação, pela 7ª Vara Federal Criminal, é por crimes de corrupção, formação de quadrilha e pertinência à organização criminosa em obras realizadas com recursos federais, inclusive provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento, no Estado do Rio de Janeiro, como o Arco Metropolitano, PAC Favelas e Linha 4 do Metrô.

Além de Cabral, também foram condenados o ex-secretário de Gestão, Wilson Carlos (21 anos e oito meses de reclusão), o ex-assessor do Governo do Rio e operador de Cabral, Luiz Carlos Bezerra (cinco anos e seis meses de reclusão), o ex-secretário de Obras, Hudson Braga (10 anos de reclusão), o ex-diretor da RioTrilhos, Heitor Lopes de Sousa Júnior (10 anos e dois meses), o ex-subsecretário de Transportes, Luiz Carlos Velloso (17 anos de reclusão), o ex-assessor da Secretaria de Obras, Wagner Jordão Garcia (quatro anos de reclusão) e José Orlando Rabelo (quatro anos e um mês de reclusão).

Reprodução: G1

Comentários