Trio amigo: O estilista Carlos Tufvesson, Adriana e o marido Sérgio Cabral
Trio amigo: O estilista Carlos Tufvesson, Adriana e o marido Sérgio Cabral





A mulher do governador Sérgio Cabral tem muito a se explicar quando retornar de mais uma temporada ao exterior. Ontem à noite, Cabral e Adriana Ancelmo viajaram para Londres, de onde dão uma esticada a Paris e de lá seguem para Madri.

As ligações comerciais do seu escritório de advocacia com empresas que têm concessões e contratos com o governo do Estado, e que foram beneficiadas por Sérgio Cabral é um escândalo. Como já disse um atentado à moralidade pública. Tudo tem que ser investigado a fundo.

Mas não é a primeira vez que a mulher de Sérgio Cabral confunde o público com o privado. No ano passado, Cabral nomeou para o Conselho de Defesa dos Direitos das Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis, um grande amigo da esposa. Trata-se do seu costureiro predileto Carlos Tufvesson, que passou a ter direito a jetons por ser conselheiro.

Da mesma forma, o cabeleireiro Rudi Werner, em entrevista à VEJA RIO revelou que a mulher de Cabral manda helicóptero (do Estado é bom que se diga) apanhá-lo no Rio para ir até Mangaratiba, no fim-de-semana só para fazer uma escova no cabelo (vide reprodução acima).

É assim que Cabral e a esposa tratam o dinheiro público. É assim que ambos confundem o que é público do que é privado.

Mas podem aguardar, que até agora só apareceu a ponta do iceberg. Muito mais vem por aí. Aguardem.

Comentários