Wilson Carlos levado por policiais federais para Curitiba
Wilson Carlos levado por policiais federais para Curitiba



A prisão de Sérgio Cabral é claro que abalou que o presidente da ALERJ, Jorge Picciani, além dos deputados do PMDB. Mas o abalo foi provocado pelo choque da notícia, pela sensação de que se prenderam Cabral que consideravam inatingível qualquer um pode ir pelo mesmo caminho. O que está tirando o sono de Picciani e de um grupo de deputados do PMDB é a prisão do ex-secretário de Governo, Wilson Carlos, que é o único que está preso em Curitiba. É que o MPF já afirmou saber que era Wilson Carlos quem acertava o pagamento de propinas com as empreiteiras, e responsável por combinar a divisão para outros políticos do PMDB. Perdem o sono com a possibilidade de Wilson Carlos contar tudo sobre a divisão da propina das empreiteiras. A insônia nesse caso chama-se “síndrome de Curitiba”.