Reprodução do G1
Reprodução do G1



Depois de ter sido indiciado junto com Adriana Ancelmo por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro na Operação Calicute, Sérgio Cabral foi indiciado hoje novamente, desta vez na Operação Lava Jato, no inquérito que apura o pagamento de propinas na obra do COMPERJ. E isso é só o começo. Outros inquéritos virão e a situação de Cabral vai se agravar ainda mais. A Polícia Federal em Curitiba também indiciou na Lava Jato, Wilson Carlos e o principal "laranja" de Cabral, Carlos Emanuel Miranda, o Avestruz.