Visitantes online : 1564 sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
06/01/2017 15:10
Manchete de O Dia
Manchete de O Dia


Pezão usou 54 vezes o helicóptero do Estado em 2016. A farra aérea custou R$ 7,7 milhões, incluindo as despesas com manutenção. Repete a prática de Cabral e usa a mesma desculpa de que é "questão de segurança". Quanto aos voos em jatinhos não há informações de quantos voos fez em 2016. Mas na última semana de 2016 renovou o contrato com a Líder Táxi Aéreo, que vai custar R$ 1,1 milhão este ano. Mas para os servidores nunca tem dinheiro. Vai acabar "voando" para o mesmo destino do seu mentor, Cabral.



Cometários

         

6/1/2017 16:10:31
vigilante - rj
Esse sujeito só tomará vergonha na cara quando estiver atrás das grades, porque não é admissível que ele ainda não esteja preso, depois de participar do governo Cabral, espero que se faça justiça nesse estado.


6/1/2017 17:07:48
Sandra Regina - Penha
Quando é que o saqueador Pezão vai para Bangu 1?!


6/1/2017 21:07:25
jorge luis dos santos - campos
e garotinho vc tinha razão pezão e um desastre agora vamos ver o outro.


7/1/2017 10:33:28
Reinaldo - Rio de Janeiro
O prefeito provisório de Campos também está imitando Cabral. Na primeira semana de governo, Cabral visitou o Hospital São Sebastião, no Caju, que estava em obras no governo Rosinha, fez a demagogia dele, paralisou as obras, e no ano seguinte a solução foi fechar o hospital, alegando que "era longe de tudo". O secretário Sergio Cortes depois foi flagrado na gangue dos guardanapos, em restaurante em Mônaco.



Facebook


Twitter


Vídeos

Busca
Links
Todos os Direitos Reservado
Fotos Anthony Garotinho