Pela manhã guardas municipais expulsam moradores de rua que dormem na Glória
Pela manhã guardas municipais expulsam moradores de rua que dormem na Glória



A nova secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Bergher precisa conversar com o seu colega da secretaria de Ordem Pública, coronel Amêndola. Aqui perto do meu escritório, na rua da Glória, pela manhã a Guarda Municipal passa expulsando os moradores de rua que dormem nas calçadas. É provável que essa prática se repita em outros locais. Trata-se de uma rotina que vem desde Eduardo Paes, mas que não combina com a nova filosofia de Marcelo Crivella de "cuidar das pessoas" Segundo Teresa Bergher, há hoje mais de 14 mil moradores de rua na cidade do Rio, em dois anos esse contingente triplicou. Ela já anunciou ações para enfrentar o problema e merece um voto de confiança, além de que não tem responsabilidade por essa ação da Guarda Municipal. Isso tem que ser resolvido com assistência social, não com guardas municipais batendo com o cassetete no chão para acordar os moradores de rua e mandar o famoso: "Circulando!".