Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Este espaço não virou blog de piadas, mas é cada uma que acontece e que a gente toma conhecimento, que não dá para simplesmente fazer cara de paisagem e ignorar. Essa do senador Renan Calheiros se dizer injustiçado por causa do vazamento de citações ao seu nome nas delações da Odebrecht é o fim da picada. Basta lembrar o caso em que foi acusado de receber propina da empreiteira Mendes Júnior para pagar a pensão à ex-amante, Mônica Veloso, com quem tem uma filha. O MPF o denunciou ao STF em 2013. Só três anos e meio depois a denúncia da Procuradoria Geral da República foi liberada para votação, em outubro do ano passado, pelo ministro Edson Fachin. E até agora não foi a plenário para os ministros decidirem se aceitam ou não a denúncia, e lá se vão quatro anos. Injustiçado? Ah, coitado!