Reprodução G1
Reprodução G1

Todo mundo sabe que Sérgio Cabral está tendo regalias em Bangu 8. Por conta disso o juiz Marcelo Bretas chegou a mandar o ex-governador para Curitiba, onde, aliás, está preso um dos braços-direitos dele, seu ex-secretário Wilson Carlos. Mas o Tribunal Regional Federal revogou a decisão e Cabral voltou para Bangu 8. Denúncias de guardas penitenciários já denunciaram que Cabral passa o dia fora da cela, fica no ar condicionado, na biblioteca, se encontra com Adriana Ancelmo regularmente, recebe sacos de gelo e comida de fora do presídio. Agora fica explícito que o Governo do Estado está protegendo Cabral. Das 16 câmeras de Bangu 8, quatro estão quebradas. Agora vejam a "coincidência". Uma das câmeras inoperantes é a que registra imagens da cela de Sérgio Cabral. Por que será? Está arriscado a Cabral ser mandado de novo para Curitiba.

Aliás, Adriana Ancelmo reclamou de uma inspetora do presídio por ter sido chamada de "detenta" e ter sido obrigada a colocar as mãos para trás, procedimento padrão dentro do sistema penitenciário. Vai ver que queria ser chamada de "doutora" ou de "minha riqueza", como Cabral a chama. A inspetora foi punida com transferência. Mais um absurdo!