Reprodução do portal da Câmara
Reprodução do portal da Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) chegou a abrir nova sessão, às 17h, para a votação do projeto sobre a dívida dos estados. Mas poucos minutos depois o Estadão revelou a lista de inquéritos autorizada pelo ministro Edson Fachin. Dos mais de 400 deputados que estavam presentes só ficaram 292, um quórum baixo já que o projeto para ser aprovado necessita de 257 votos. Assim nova sessão foi marcada para as 9h de amanhã, aliás será a última da semana. Se o projeto não for votado amanhã, ficará para a próxima semana, porque os deputados vão estender o feriadão da Páscoa.