Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

É por isso que a maioria dos deputados federais vota sempre contra os servidores e contra o povo, ajudando de forma efetiva a afundar o nosso estado ainda mais, piorando a cada dia. Eles não estão preocupados se a saúde está caótica porque têm planos com direito aos melhores hospitais. Não ligam se a educação está uma desgraça porque os filhos estudam nos melhores colégios. Não se desesperam com a explosão da violência e a falta de policiamento porque têm direito a policiais e bombeiros para fazerem sua segurança. A média é de mais de 3 policiais e bombeiros para cada deputado.

Mas chama a atenção o exército particular do deputado Paulo Melo: 26 homens (policiais civis e militares e bombeiros). Isso não é um pelotão, é um grupamento, uma UPP. Bem, cada um sabe onde o calo lhe aperta. O deputado Paulo Melo deve temer alguma coisa, porque ninguém requisita uma "UPP" para se proteger. Ora, ele tem todo o direito de estar preocupado com sua segurança, há de ter seus motivos, mas que pague por isso, coce o bolso. O que não dá é para o contribuinte pagar 26 policiais e bombeiros para proteger um deputado. Só no Rio de Janeiro. E ninguém toma nenhuma providência. Inacreditável!