Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

As senadoras de oposição ocuparam a Mesa do Senado num protesto pela falta de debate da reforma trabalhista, que será votada hoje em primeiro turno. A verdade é que o governo sabe que cada dia que passa menor a chance de aprovação. Por isso quer - com o apoio do presidente do Senado, Eunício Oliveira - aprovar a reforma que vai rasgar a CLT na correria, sem um debate sério das questões que afetam todos os trabalhadores brasileiros. Por isso esse protesto. A sessão está suspensa e as luzes foram desligadas por ordem do presidente da Casa.

Senado às escuras por ordem do presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE)
Senado às escuras por ordem do presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE)