Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

A população do Rio de Janeiro já percebeu que as ações conjuntas das Forças Armadas e das polícias Civil e Militar só servem para o espetáculo, ajudam a vender jornais, aumentam a audiência das emissoras de rádio e televisão e impulsionam os acessos a sites de notícias. Mas na prática o efeito continua quase nulo. Ficar um dia numa comunidade e depois voltar para o quartel não vai levar a lugar nenhum. Aliás, os governos Pezão e Temer estão usando e abusando da imagem das tropas nas comunidades para fazer marketing, mas pouco gente ainda está convencida que as coisas vão melhorar. O sistema de segurança do Rio está em colapso, se não houver uma presença maciça e por um longo período das Forças Armadas nada vai mudar no Rio de Janeiro.