Reprodução da Época
Reprodução da Época

Realmente é uma situação muito difícil para os advogados defenderem Geddel Vieira Lima diante dos R$ 51 milhões encontrados no apartamento de Salvador, ainda mais com impressões digitais do ex-ministro e ex-deputado nas notas. Mas a defesa de Geddel sustenta que ele não tem qualquer ligação com o dinheiro. Os advogados só não conseguem explicar como apareceram as impressões digitais de Geddel. Não tem jeito. Impressão digital em dinheiro é igual a batom na cueca, não tem como explicar.