Jorge Picciani (na frente), Paulo Melo (atrás à esquerda) e Edson Albertassi (atrás à direita) sendo conduzidos presos pela Polícia Federal
Jorge Picciani (na frente), Paulo Melo (atrás à esquerda) e Edson Albertassi (atrás à direita) sendo conduzidos presos pela Polícia Federal

Não tenham dúvidas de que está para sair do forno e não vai demorar muito mais uma operação da Lava Jato no Rio de Janeiro. Será o desdobramento da etapa Cadeia Velha, que levou para a prisão os deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, por envolvimento no esquema de propinas da Fetranspor. Os poderosos Jacob Barata, José Carlos Lavoura e Lélis Teixeira, que mandam nos ônibus do Rio de Janeiro estão colaborando com o MPF e a PF. As duas instituições receberam reforço no final do ano passado. O que está por vir será uma bomba de muitos megatons que cai explodir no meio do plenário do Palácio Tirandentes, sede do Legislativo fluminense, e atingirá um número substancial de deputados. Vai ser um Deus nos acuda.