Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Adir Assad comandava a "lavanderia" da Delta, de Fernando Cavendish, mas também operava para várias outras empreiteiras. Na sua delação contou que os as concessionárias de rodovias paulistas pagavam "pedágio" ao PSDB nas gestões de José Serra e Geraldo Alkmin. Tudo era repassado a Paulo Preto, o dono de quatro contas na Suíça, onde foram depositados R$ 113 milhões. É mais uma complicação para Alkmin, não é à toa que Fernando Henrique Cardoso vinha insistindo na candidatura de Luciano Huck. FHC sabe a tempestade que atingirá o atual governador de S.Paulo.