Assistam minha entrevista ao Núcleo de Política e Cidania, na TV Comunitária do Rio (canal 6 da Net).

Comentários

03/04/2018

10:12

Isaac Ribeiro de Faria Neto - Rio de Janeiro

Rio, 03/04/2018 Prezado(a)(s), Como se não bastasse a perseguição a pessoas físicas este tipo de ação acaba de atingir órgãos públicos estaduais com ação desastrosa da Agência Nacional de Saúde (ANS) que hoje pode ser chamada de Agência de Plano de Saúde (APS). Simplesmente a ANS interditou e multou a UFERJ na Rua Mariz e Barros acabando com o atendimento médico ambulatorial por não se enquadrar dentro de um plano de saúde. A UFERJ hoje só conta com o atendimento dentário. Em um país sério o presidente da ANS deveria ser preso por proibir o atendimento médico aos associados de uma instituição que existe há mais de 40 anos e que oferece aos seus associados pecúlio e auxílio funeral. Que país é este que manda fechar um ambulatório que não se enquadra dentro de um Plano de Saúde. Quanto ganha o Presidente da Agẽncia Nacional de Saúde (ANS) ou Agência de Plano de Saúde (APS) para beneficiar os barões dos planos de Saúde. Qual é órgão fiscalizador da ANS??? Quem vai lutar pelos direitos dos associados??? Hoje a UFERJ teve uma perda de mais de 20.000 associados que dependiam de atendimento médico por médicos especializados e que realizavam pequenas cirurgias. Um prejuízo de mais de R$ 1.600.000,00 por mês. Atendimento médico na UFERJ já. Fora ANS cambada de bandidos de inutilidade pública.