Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Segundo dados oficiais do ISP (Instituto de Segurança Pública), o número de roubos a pedestres em janeiro e fevereiro deste ano superou a soma de todos os casos ocorridos entre 1991 e 1998, ano da minha eleição para governador. É uma calamidade pública.

O Datafolha revelou que um em cada três moradores da cidade do Rio presenciou um tiroteio nos últimos 12 meses. Não é à toa que 92% dos moradores da Cidade Maravilhosa dizem ter medo de morrer ou serem feridos por balas perdidas. E por tudo isso 73% querem deixar o Rio.

É assustador, mas lamentavelmente a intervenção, um mês e meio após ser decretada, não demonstra nenhum avanço.

Caminhamos para que o Rio de Janeiro seja considerado território hostil pelos governos de vários países, com os turistas aconselhados a escolherem outros destinos. O turismo na Cidade Maravilhosa vem caindo progressivamente e corre o risco de despencar.

É uma situação gravíssima. Até quando? Ninguém aguenta mais.