FONTE: G1
FONTE: G1

O ex-governador Sérgio Cabral admitiu ao juiz Marcelo Bretas que usou dinheiro de campanha para fins pessoais. Em depoimento na última sexta-feira, Cabral disse que a promiscuidade das doações foi muito grande e ele "se perdeu" com tanto dinheiro.
Cabral chegou a dizer que faria uma proposta ao Ministério Público para devolver parte deste dinheiro.
Só pode ser piada, não é?
O operador financeiro do ex-governador Carlos Miranda - o avestruz - já declarou que somente com a família os gastos de Cabral ultrapassavam os 4 MILHÕES DE REAIS por mês.
Em uma conta rápida, durante os 8 anos de governo, Sérgio Cabral teria gasto mais de 380 MILHÕES com a vida luxuosa em família.
Ou seja, essa conta não fecha e ele mais uma vez mente para a justiça.
Cabral já foi condenado a mais de 100 anos de prisão.