O ministro Luís Roberto Barroso autorizou a Polícia Federal a continuar investigando Michel Temer no inquérito dos portos durante o recesso do Supremo Tribunal Federal. A investigação apura se o presidente teria se envolvido em um esquema de corrupção para beneficiar empresas do setor portuário.

No despacho, Barroso afirma que há um “volume expressivo de providências já tomadas e um conjunto relevante de informações obtidas” pela PF no âmbito da investigação. E conclui dizendo que “atoriza o Delegado de Polícia Federal, Dr. Cleyber Malta Lopes, a prosseguir com as diligências de investigação até que venha aos autos a manifestação da Procuradoria-Geral da República”.

Comentários

02/07/2018

11:23

Idolo - Itaborai

Ladrão