O prefeito Eduardo Paes, não tem mesmo personalidade. Imita seu “padrinho” Sérgio Cabral em tudo que há de ruim. Para justificar os gastos de R$ 322 mil, só no ano passado, com o aluguel de jatinhos para ir a São Paulo e Brasília usou exatamente, a mesma desculpa esfarrapada de Cabral, quando foi questionado sobre as constantes viagens.

Cabral justificou as viagens, dizendo que estava trazendo investimentos para o Estado do Rio. Bem, até hoje não chegou nenhum. Qual a grande empresa estrangeira que veio se instalar no Rio, na gestão de Cabral? Cabral nunca disse, mas eu posso responder: nenhuma.

Agora, Paes se saiu com a mesma história. Diz que usou os jatinhos para trazer investimentos de R$ 2 bilhões para a cidade do Rio. Perguntado sobre quais os investimentos, o prefeito disse que estava atrasado e pegou a brocha e saiu pintando uma parede, no Conjunto Amarelinho, como está na reprodução acima. Além de gostar de aparecer, é mais um tremendo cara-de-pau. Assim como Cabral.

Comentários