Visitantes online: 1373
logo topo

quarta-feira, 26 de julho de 2017

26/07/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quarta, 26/07/2017)

26/07/2017

09:25

Fala Garotinho (Quarta, 26/07/2017)

26/07/2017

07:53

Temer bate recorde negativo de Sarney

Como diria Lula "nunca antes na história deste país" um presidente teve um índice tão elevado de reprovação. Temer conseguiu a "façanha" de atingir 85% de ruim / péssimo na sua avaliação, com reprovação de 94%. Apenas ínfimos 3% aprovam Michel Temer.

Para efeito de comparação a pior avaliação já registrada foi de José Sarney, em 1989, época da hiperinflação, quando tinha apenas 5% de aprovação. Pois Temer conseguiu bater o recorde negativo, tem apenas 3% de aprovação. E como mostrei aqui no blog ontem, torrando R$ 170 milhões em publicidade em apenas seis meses. É um desastre completo, uma hecatombe.

Será que Temer acha que conseguirá se sustentar no cargo até o final de 2018 com esse índice? Uma hora o povo vai acordar e voltará às ruas. Só falta uma faísca para o pavio se acender.


25/07/2017

18:36

A segunda denúncia contra Temer

Reprodução da Veja
Reprodução da Veja

O presidente Michel Temer pode até conseguir escapar da denúncia do Procurador Geral de República, Rodrigo Janot que o acusa de corrupção passiva. A gente está vendo uma compra de votos descarada que está comprometendo o ajuste fiscal, e que jogou às favas todos os escrúpulos da consciência, parafraseando o ex-ministro Jarbas Passarinho ao defender o AI-5 em 1968. Mas virá a segunda denúncia, ainda mais contundente, que na verdade parece que será duas em uma. Essa ficará para depois da votação de primeira no plenário da Câmara, provavelmente será apresentada em setembro, antes de Janot passar o cargo a Raquel Dodge. Isso significa que mesmo que Temer vença a primeira batalha continuará sangrando, e o pior, o Brasil afundando.

25/07/2017

17:33

O acordo entre Sérgio Cabral e o chefe do tráfico do Alemão

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

Embora não seja psiquiatra forense cada vez me convenço mais de que Sérgio Cabral se enquadra perfeitamente no perfil de sociopata. Como se não bastasse tudo o que já se sabe da roubalheira comandada pelo ex-governador, agora o traficante Marcinho VP, que já foi o chefe do Complexo do Alemão, revela que já em 1996, quando Cabral era presidente da ALERJ lhe pediu ajuda para a campanha à Prefeitura do Rio. Aliás, Marcinho VP chama Cabral de ladrão e filosofa sobre a Lava Jato: “sopro de esperança que varre o país e reacende o sentimento de orgulho nas pessoas de bem”. É inacreditável!

25/07/2017

16:45

Temer e a farra da publicidade que não serve para nada

Moreira Franco, Michel Temer e Eliseu Padilha; abaixo manchete da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo
Moreira Franco, Michel Temer e Eliseu Padilha; abaixo manchete da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo

O Palácio do Planalto tinha R$ 200 milhões para gastar em publicidade ao longo de 2017. Só no primeiro semestre gastou 85% da verba programada (R$ 170 milhões), sendo que mais da metade do valor contratado refere-se à campanha em defesa da Reforma da Previdência, que morreu na praia. Além disso é importante destacar que o índice de aprovação de Michel Temer varia, dependendo do instituto de pesquisas, entre 2% e 8%. Está claro que Temer jogou no lixo R$ 170 milhões.


25/07/2017

15:18

Turma de Cabral está bem no governo Michel Temer

Temer assina termo de posse de Sérgio Sá Leitão; ao lado Cláudia Cabral, irmão de Sérgio Cabral e Ricardo Cota, ex-secretário de Comunicação e sócio do ex-governador
Temer assina termo de posse de Sérgio Sá Leitão; ao lado Cláudia Cabral, irmão de Sérgio Cabral e Ricardo Cota, ex-secretário de Comunicação e sócio do ex-governador

O novo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, que já foi da equipe de Eduardo Paes, escolheu para o cargo de diretora do Departamento de Desenvolvimento Institucional do ministério, Cláudia Cabral, irmã do ex-governador Sérgio Cabral, preso em Benfica, respondendo a 11 processos da Lava Jato, e já condenado em outro por Sérgio Moro a 14 anos e dois meses de prisão. Mas não é só. Quem também vai ocupar um cargo é Ricardo Cota, ex-secretário de Comunicação de Cabral, que foi levado para a Ancine quando o atual ministro assumiu a direção da agência. Cotinha, como é chamado, era assessor. Aliás, Ricardo Cota é sócio de Cabral e do seu laranja, Avestruz, na empresa SCF Comunicação e Participações, que era usada, segundo o MPF, para Cabral lavar dinheiro.

25/07/2017

14:25

Ofensiva do MST mira fazendas de personagens conhecidos

Faixa colocada na Fazenda Santa Rosa, de Ricardo Teixeira, em Piraí, sul fluminense
Faixa colocada na Fazenda Santa Rosa, de Ricardo Teixeira, em Piraí, sul fluminense

O MST ocupou cinco fazendas nesta madrugada em cinco estados do país. Uma delas pertence ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Outra pertence a ao ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, fica em Piraí, terra de Pezão e, segundo o MPF, funcionou como sede de agropecuária fantasma, usada pelo ex-capo do futebol brasileiro para lavar dinheiro. A terceira é do coronel João Batista Lima, amigo e, segundo o MPF, operador de Michel Temer. A quarta é de propriedade do senador Ciro Nogueira (PP-PI). E a última, especula-se, que seja de uma importante pessoa do Judiciário. Segundo o coordenador do MST, Gilmar Mauro é uma forma de pressionar pela reforma agrária no Brasil. Em todas as fazendas ocupadas foram estendidas faixas onde se lê: "Terras de corruptos para a Reforma Agrária".

25/07/2017

13:44

Compra da CEDAE pelo BNDES entra pelo cano

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

Pezão não poderá vender a CEDAE para o BNDES, o banco poderia no máximo fazer parte de um grupo de instituições financeiras para fazer um empréstimo ao estado. Portanto, mais uma vez, o caminho traçado pelo Governador do Estado não é viável juridicamente. Agora ao adesão ao regime de recuperação fiscal. Aquele massacre que tenho mostrado aqui no blog. O problema é que até agora, embora as leis federal e estadual tenham sido aprovadas, o acordo não foi assinado pois o plano de recuperação fiscal, que é instituído pelo regime, não foi feito pelo Governo do Estado. O plano é onde se detalham as medidas de curto, médio e longo prazos. Com isso, na melhor das hipóteses, tudo estaria pronto, segundo os técnicos que ouvi agora há pouco, no final de setembro, ou seja, até lá nada de dinheiro, muito menos de pagamento aos servidores. Essa é mais uma notícia ruim para o Rio.

25/07/2017

12:00

Encontro Marcado com Garotinho (Terça - 25/07)

25/07/2017

09:30

Fala Garotinho - 25 de Julho de 2017

25/07/2017

07:59

Temer está com medo de Eduardo Cunha, que teme a delação de Lúcio Funaro

Reprodução do Radar online, da Veja
Reprodução do Radar online, da Veja

Essa situação das delações me lembra um poema famoso de Carlos Drummond de Andrade que diz: "João amava Teresa que amava Raimundo / que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili /
que não amava ninguém". Michel Temer tem medo de Eduardo Cunha, que tem medo de Lúcio Funaro, e por aí vai. Todos com medo da delação um do outro. E assim segue o Brasil em ritmo de delações. Aliás, curiosamente, esse poema de Drummond chama-se "Quadrilha".

24/07/2017

19:36

Os políticos e a pressão sobre a Lava Jato

Reprodução da Veja
Reprodução da Veja

É claro que Michel Temer e o PMDB querem dar um freio na Lava Jato, afinal sabem o que fizeram e o risco que correm se as investigações forem adiante. Mas não são só eles. A maioria dos políticos e dos partidos quer a mesma coisa. Querem ver uma coisa. Quantos políticos reclamaram dos cortes de orçamento da Polícia Federal ou da diminuição do efetivo da força-tarefa da Lava Jato no Paraná?

Mas não são apenas políticos que jogam contra a Lava Jato. Há interesses poderosos que também pressionam para que as investigações não prossigam, a começar pela Globo e os bancos.

24/07/2017

18:21

Artigo de Garotinho no Jornal do Brasil

Reprodução do JB Digital; ao lado Garotinho
Reprodução do JB Digital; ao lado Garotinho

.

24/07/2017

16:49

Férias do juiz Marcelo Bretas estão chegando ao fim

Juiz Marcelo Bretas
Juiz Marcelo Bretas

O mês de julho está chegando ao fim e junto também as férias do juiz da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas. Ele já avisou que em agosto sairá a sentença no primeiro dos 11 processos que Sérgio Cabral responde no Rio. Em Curitiba, Cabral já foi condenado por Sérgio Moro a 14 anos e dois meses de prisão. Mas muita gente, que sabe que está devendo, está preocupada mesmo é com a próxima etapa da Lava Jato no Rio, que está para acontecer, é possível que seja já na próxima semana. A principal aposta é que a próxima etapa será desdobramento da Operação Ponto Final, que prendeu os cabeças do setor de ônibus do Rio de Janeiro. Por isso tem muito deputado estadual que nem está curtindo as férias, temendo o pior. E não são poucos...

24/07/2017

15:02

Artigo de Garotinho no jornal O Globo

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

.

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ProximoUltimo