Visitantes online: 2560
logo topo

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

12/11/2017

14:01

Sérgio Cabral reescreve o dicionário

Depois de pedir ao juiz Marcelo Bretas para confiar na sua índole, o meritíssimo deve ter tido dificuldade para segurar as gargalhadas, no mesmo depoimento Sérgio Cabral criou uma nova versão para o verbete "propina". Segundo ele nunca pediu propina, só apoio.

Bem, o Aurélio ensina o que é propina: "Dinheiro que se oferece a alguém em troca de favor ou negócio lucrativo, geralmente ilícito." Mas para o "xerife" do presídio vip de Benfica propina é sinônimo de "apoio". Logo diamantes, joias, barras de ouro são "prosaicos" apoios à sua ex-vida de bilionário, que torrava mensalmente R$ 4 milhões, de acordo com a força tarefa da Lava Jato.

11/11/2017

15:04

É bom Eduardo Paes ir se preparando

Sérgio Cabral, Aécio Neves e Eduardo Paes nos "bons tempos"; abaixo reprodução do Globo online
Sérgio Cabral, Aécio Neves e Eduardo Paes nos "bons tempos"; abaixo reprodução do Globo online

Houve um tempo em que os três personagens da foto acima eram "queridinhos" da Globo. Colunistas os incensavam, às vezes quase os colocando numa galeria de heróis da pátria, eram tratados como visionários, enaltecidos em reportagens do Jornal Nacional. Os malfeitos, as tramoias, para usar uma palavras amenas, eram ignorados não apenas pelos veículos das Organizações Globo como também pela maior parte da mídia.

Até que Sérgio Cabral foi preso e, uma a uma das denúncias da roubalheira praticada por sua quadrilha foram sendo confirmadas pela força tarefa da Lava Jato. Hoje condenado três vezes, com penas somadas de 72 anos, além de réu em mais 13 processos, Cabral passou a ser bombardeado por aqueles que o aplaudiam, fingindo espanto, surpresa com a trajetória criminosa do ex-governador.

Ontem, como podem ver na reprodução acima, todos os colunistas nacionais do Globo voaram no pescoço de Aécio Neves, como aliás, começaram a fazer quando o Brasil tomou conhecimento da escandalosa gravação onde, entre outras coisas, pede a Joesley Batista, da JBS, propina de R$ 2 milhões. Somado às delações e provas de contas no exterior, propinas e outros esquemas de corrupção, Aécio Neves é hoje, ao lado de Eduardo Cunha e outros, um dos maiores símbolos da política podre, que faz negócios para botar no bolso o dinheiro público.

Por enquanto o Globo ainda mantém a proteção a Eduardo Paes, apesar das denúncias que já vieram à tona sobre os esquemas de corrupção que praticou na Prefeitura do Rio. Mas é questão de tempo para Paes ser atingido mortalmente pela Lava Jato. Por isso Paes deveria ir se preparando para o dia em que todos os colunistas do Globo vão escrever artigos falando da decepção, de mais uma "surpresa", e do fim da linha do ex-prefeito do Rio. A hora dele está chegando.

11/11/2017

10:32

Bombeiros perseguidos por Cabral vão comemorar um ano de prisão de Cabral

Reprodução do Facebook
Reprodução do Facebook

E no domingo, dia 19, servidores estaduais estão marcando um protesto na Rua Aristides Espínola, esquina com a praia do Leblon, onde Adriana Ancelmo cumpre prisão domiciliar. Cabral está colhendo o que plantou.

10/11/2017

15:35

O fator Manuela D'Ávila

Deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, Manuela D
Deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, Manuela D'Ávila (PCdoB)

A deputada Manuela D'Ávila (PCdoB) não é mais uma jovenzinha como quando assumiu seu primeiro mandato de deputada federal em 2007, na época tinha 26 anos. Hoje deputada estadual no Rio Grande do Sul está com 36 anos, mas mantém forte ligação com eleitorado jovem, afinal foi vice-presidente nacional da UNE. É séria e combativa.

Ao anunciar sua candidatura à Presidência da República, Manuela D'Ávila surpreendeu os petistas que esperam ter o PCdoB na chapa de Lula. Não creio que seja uma candidatura para valer, acho que o objetivo é valorizar o cacife do partido na negociação política visando a eleição.

Mas se ela fizer um trabalho consistente nas redes sociais pode criar uma mobilização da juventude que não quer se atrelar ao MBL e outros movimentos considerados conservadores.

10/11/2017

14:18

É hoje! Garotinho vai dar posse a novos diretórios do PR

.

10/11/2017

11:55

Encontro Marcado Especial (Sexta, 10/11/2017)

Você Pergunta e o Garotinho Responde

Participe! Pergunte ao Garotinho. Clique aqui.



10/11/2017

09:25

Fala Garotinho (Sexta, 10/11/2017)

09/11/2017

18:31

Tem gente querendo ver o PSDB ser escorraçado do governo

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Temer sabe que terá que ceder ao Centrão, e precisará dos ministérios ocupados pelo PSDB para aplacar o apetite dos partidos aliados. Além disso tem consciência que no máximo no início do próximo ano os tucanos vão pular fora por interesse eleitoral. Então tem gente soprando no ouvido de Michel Temer que é melhor botar eles logo para correr. A questão é que o governo para aprovar mesmo que seja uma mini reforma necessita dos votos tucanos no Congresso. Mas pessoas próximas ao presidente sustentam que o PSDB - por uma questão de coerência com seu eleitorado - não poderá votar contra reformas que fazem parte do seu discurso. Por essa lógica Temer teria os votos necessários ainda que indique para os tucanos a porta da rua. A conferir, mas o PSDB segue rumo ao precipício. Aliás, hoje Aécio Neves destituiu Tasso Jereissati da presidência interina do partido aumentando o racha interno. Tá feia a coisa.

09/11/2017

15:55

Será que Eduardo Cunha vai passar o Natal em casa?

Reprodução do blog do Lauro Jardim, do Globo
Reprodução do blog do Lauro Jardim, do Globo

.

09/11/2017

14:31

A frase do ano é de Sérgio Cabral

Reprodução do jornal Extra
Reprodução do jornal Extra

"Acredite em mim, na minha índole". Essa frase de Sérgio Cabral para juiz Marcelo Bretas é antológica. É o cúmulo do cinismo. Com três condenações que somam 72 anos e respondendo a mais 13 processos, Cabral é um exemplo de má índole.

09/11/2017

11:59

Encontro Marcado com Garotinho (Quinta, 09/11/2017)

09/11/2017

09:31

Fala Garotinho (Quinta, 09/11/2017)

08/11/2017

16:21

EXCLUSIVO - Audiência com Beltrame, os arapongas de Cabral e o Ministério Público Estadual

Ontem compareci à uma audiência onde o ex-secretário de Segurança Pública do Rio, o Sr Beltrame, me acusa de ter praticado contra ele os crimes de calúnia, injúria e difamação. A audiência ocorreu na 28ª Vara Criminal. Como o juiz que presidiu a audiência decretou ao final dela segredo de justiça, pois anexei documentos que envolvem quatro autoridades com Foro Privilegiado, não poderia tocar em assuntos que ocorreram durante o evento, que durou mais de quatro horas, das quais eu e meu advogado, Carlos Azeredo, falamos três horas e meia. Mas, como o juiz João Batista Damasceno publicou em seu Facebook fatos que ocorreram durante a audiência e recebi sua publicação via WhatsApp, vou apenas reproduzir o que ele colocou, confirmando ser verdadeiro o conteúdo das afirmações feitas por ele e dizendo que muito mais foi dito além do publicado.

Postagem do Facebook
Postagem do Facebook


Realmente, é muito estranho o Sr Beltrame ocupar o cargo máximo da Segurança do Rio durante 11 anos e, sendo um homem oriundo do Setor de Inteligência, não ter visto o assalto praticado aos cofres públicos pela quadrilha de Sérgio Cabral acontecendo embaixo do seu nariz.

Interessante também que durante a audiência, ele afirmou que teve ciência das matérias contra ele porque é um leitor assíduo do meu Blog. Deveria também ter tido a preocupação e o zelo de apurar as denúncias de corrupção demonstradas documentalmente no Blog durante todo o período em que ele foi secretário.

Os arapongas de Cabral tem ligação com Beltrame



Qualquer cidadão inteligente sabe que um secretário de segurança tem que ter sob o seu controle a Inteligência da polícia que comanda. Ao deixar a secretaria poucos dias antes de Cabral ser preso, Beltrame deixou no comando da Inteligência o delegado Fábio Galvão, o mesmo que ocupou a função durante a sua gestão de secretário. Ou seja, continuou tendo acesso às informações de seu interesse através de seu ex-comandado. Até as paredes da Secretaria de Segurança sabem quem são os policiais que operam o jogo sujo de investigações feitas sem autorização judicial, clandestinas e a serviço dos interesses políticos do PMDB do Rio de Janeiro.

Não são apenas o juiz Marcelo Bretas e os integrantes da força tarefa da Lava Jato que estão sendo vítimas desses canalhas. Eu e outros políticos que não aceitamos fazer parte desse esquema bandido também fomos investigados, perseguidos, difamados, inclusive com produções de dossiês enviados a revistas com matérias produzidas para enganar a população. Esses maus policiais, à época, eram remunerados pela Prole, a agência de publicidade que acaba de delatar parte do esquema sujo de Cabral.

Me lembro que próximo às eleições, a Revista Época, das Organizações Globo, chegou a produzir algo raríssimo no jornalismo brasileiro. Em uma mesma semana, ela produziu uma revista com duas capas. Para o Brasil inteiro a capa da revista tratava da Dieta Paleolítica, uma modalidade nova de emagrecimento. Somente para o Rio de Janeiro, a capa da revista é a que vocês podem ver abaixo, onde sou chamado de sabotador das UPP's, junto com o ex-delegado de polícia Álvaro Lins que, inclusive, já ganhou direito de resposta contra a Infoglobo.



Já havia recebido informações que Cabral estava investigando a Força Tarefa da Lava Jato e o juiz Marcelo Bretas. Meus advogados já tinham preparado, inclusive, documento a ser enviado a ele nesse sentido. Porém, durante a audiência de ontem, afirmei que o Sr Sérgio Cabral, ex-chefe de Beltrame, vem comandando o Estado de dentro da prisão e o governador Pezão é seu mero ventríloquo.

Na ocasião da publicação da Revista Época, os nomes dos policiais que produziram essa mentira contra mim foram ditos da Tribuna da Assembléia Legislativa por um parlamentar estadual. São eles: o ex-policial civil Miguel Laino, condenado por corrupção; o inspetor da Polícia Civil, Fernando César Jorge Barbosa, indiciado na CPI do Narcotráfico e o escrivão das Polícia Federal, Tarimar Gomes Cunha; os dois últimos com cargo no Gabinete Civil à época dos fatos. É claro que junto deles existe uma grande equipe de arapongagem.

A matéria divulgada pela TV Globo no dia de hoje só confirma aquilo que tenho dito. Assista a reportagem do Jornal Hoje, onde é dito claramente que o banco de dados da Secretaria de Segurança está sendo utilizado para investigar o juiz Marcelo Bretas, o Desembargador Abel Gomes e a Força Tarefa da Lava Jato no Rio.



Quando exerci o mandato de deputado federal investiguei a Dígitro, empresa responsável pelo Guardião, que é o sistema utilizado pela Secretaria de Segurança do Rio para interceptações telefônicas. Coincidentemente, o criador do sistema para a empresa privada é o ex-diretor geral da Polícia Federal Luiz Fernando Corrêa, amigo de Beltrame, o mesmo que pediu para ele ser promovido a delegado federal sem concurso.
Se o juiz Marcelo Bretas pedir uma perícia no sistema Guardião, vai encontrar "coisas do arco da velha" não só a seu respeito mas muitas outras gravações realizadas sem autorização judicial, clandestinas, ilegais, porque o sistema desenvolvido pela empresa catarinense responsável pelo Guardião é auditável e lá serão encontrados, com certeza, os rastros que levarão aos autores dessas ilegalidades.

Os arapongas da ALERJ





Esse método de chantagem, intimidação e jogo sujo não é exclusivo de Cabral. O presidente da ALERJ, Jorge Picciani usa frequentemente para ameaçar adversários políticos que denunciam a sua fabulosa riqueza construída na velocidade da luz. Ele mantém na Assembléia sob comando de um delegado da Polícia Civil já denunciado por mim ao Ministério Público Estadual, um esquema que controla delegacias estratégicas para defesa de seus interesses e perseguição a adversários políticos. Por incrível que pareça, há alguns dias, mesmo sendo testemunha de acusação em um processo contra o empresário Fernando Trabach, por influência de um desses delegados, que está à disposição da ALERJ, minha residência em Campos foi alvo de busca e apreensão onde nada foi apreendido, apenas para criar um fato político negativo à minha imagem. As delegacias dos desejos do deputado Picciani são a Fazendária e a DRACO e lá usa seu arsenal de maldades contra quem desafia seu poder no Estado.

Aliás, fiz extensa denúncia ao Ministério Público dias atrás sobre a atuação desse grupo de policiais comandados pelo deputado Picciani relatando, inclusive, uma série de crimes recentemente cometidos por ele, entre outros, o detalhamento da aquisição da Mineradora Tamoio onde, sem ter os poderes de Jesus, Picciani ressuscita um morto para lhe vender a parte na sociedade desta empresa que forneceu mais de 80% das pedras para as obras olímpicas no Rio. Um verdadeira fortuna.

Tudo foi dito ao promotor Cláudio Calo, na presença de meu advogado e de seu principal assessor, da mesma forma como já havia feito em relação ao promotor Leandro Manhães aos membros do GAOCRIM.

O Ministério Público Estadual está diante de um grande desafio: recuperar a sua imagem perante a sociedade fluminense que assistiu o desmoronamento da quadrilha de Sérgio Cabral por obra do Ministério Público Federal e da Justiça Federal sem que o organismo estadual tivesse colaborado para que os crimes cometidos contra o povo do nosso estado tivessem sido evitados por uma atuação pró ativa do MP Fluminense.

É hora de acabar com os arapongas que atuam a serviço de Cabral, Picciani e do próprio governador Pezão que, sabedor de todos esses fatos, não tomou nenhuma medida para evitá-los ou coibí-los.

Inclusive, muito antes da Operação Lava Jato, nosso Blog denunciou o assassinato de um babalaô cubano, que era amante da mulher de Aryzinho, um dos operadores de Cabral, cujo crime nunca foi esclarecido e pairam suspeitas fortíssimas que o autor do homicídio tinha na verdade a intenção de eliminar uma testemunha chave das falcatruas que Aryzinho cometia em parceria com Sérgio Cabral.

Essa gente é covarde. Mata mesmo. É bom que os juízes e promotores que investigam essa quadrilha tomem precauções. Afinal, o pior inimigo da lei é aquele que não tem nada a perder e Cabral já sentiu que esse é o seu caso e do seu bando.




08/11/2017

15:35

PSDB com Temer repete o PT com Cabral

Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

O PSDB continua em cima do muro para variar. Não sabe se vai ou se fica no governo Temer. Agora até o Palácio do Planalto admite que até o final do ano os tucanos devem pular fora, como disse FHC, o PSDB precisa mostrar que é diferente do PMDB para não sofrer um desastre eleitoral. É a mesma postura e pensamento do PT do Rio em relação a Sérgio Cabral. O PT ocupou secretarias importantes do governo Cabral e lhe deu sustentação política na ALERJ durante 7 anos e dois meses. Em março de 2014, ano da eleição de Pezão, os petistas resolveram abandonar o barco. Achavam que a população acreditaria que não tinham nada a ver com o governo do PMDB. O resultado todo mundo viu, o candidato petista ao Governo do Estado, Lindbergh Farias não foi nem para o 2º turno. O PSDB participou ativamente do golpe parlamentar que tirou a Presidente Dilma, para tanto se aliou e andou lado a lado com Eduardo Cunha, tem 4 ministérios no atual governo, e ajudou a salvar Temer das denúncias por corrupção. É ilusão os tucanos acharem que deixando o governo no final do ano serão perdoados pelos eleitores.

08/11/2017

14:20

De dentro do presídio, Sérgio Cabral continua comandando organização criminosa

Reprodução do G1
Reprodução do G1

Investigação da Polícia Federal confirma o que venho dizendo. Sérgio Cabral continua dando ordens de dentro do presídio vip de Benfica para investigar integrantes da força-tarefa da Lava Jato no Rio, além de adversários. O mais grave é que está sendo usado o sistema de escutas da Secretaria de Segurança Pública para atender Cabral. Até quando Sérgio Cabral continuará agindo como chefe de facção criminosa mandando no Governo Pezão?

08/11/2017

12:00

Encontro Marcado com Garotinho (Quarta, 08/11/2017)

Parte 1



Parte 2


Parte 3

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 ProximoUltimo